World Mosquito Program Brasil

World Mosquito Program Brasil
World Mosquito Program Brasil

Somos o #MétodoWolbachia Eficácia comprovada no combate a dengue, Zika e chikungunya Conduzido no Brasil pela Fiocruz

followers count:  3,280
followers rank: 0
likes count:  14,328
like rank:  0

wmpbrasil

Account rate

Mathematical model that shows the popularity of an account relative to others.

Statistics

107
Average likes per post
4
Average comments per post

Photos and videos ratio

3% videos
97% photos
Já imaginou seu filho aprendendo a se prevenir da dengue, DSTs e entendendo sobre saúde bucal dentro da escola? Esse projeto existe e seu nome é PSE. Você já ouviu falar dele? PSE é a sigla para Programa Saúde na Escola.

Esse programa governamental visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população brasileira.

O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde. Além disso, o programa busca enfrentar situações vulneráveis às quais crianças e jovens da rede pública de ensino passam e que possam influenciar no desenvolvimento delas.

As ações realizadas através do PSE preveem estratégias firmadas entre a escola, a partir de seu projeto político-pedagógico, e a unidade básica de saúde.

O Método Wolbachia fez atividades em conjunto com as equipes do programa. Em parceria, realizamos palestras em escolas e feiras de ciência. Elas também nos ajudaram distribuindo nosso material educativo nas ações que realizavam. 

#pse #educacao #saude #escola #divulgacaocientifica #ciencia #saudepublica

World Mosquito Program Brasil

Já imaginou seu filho aprendendo a se prevenir da dengue, DSTs e entendendo sobre saúde bucal dentro da escola? Esse projeto existe e seu nome é PSE. Você já ouviu falar dele? PSE é a sigla para Programa Saúde na Escola. Esse programa governamental visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população brasileira. O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde. Além disso, o programa busca enfrentar situações vulneráveis às quais crianças e jovens da rede pública de ensino passam e que possam influenciar no desenvolvimento delas. As ações realizadas através do PSE preveem estratégias firmadas entre a escola, a partir de seu projeto político-pedagógico, e a unidade básica de saúde. O Método Wolbachia fez atividades em conjunto com as equipes do programa. Em parceria, realizamos palestras em escolas e feiras de ciência. Elas também nos ajudaram distribuindo nosso material educativo nas ações que realizavam. #pse #educacao #saude #escola #divulgacaocientifica #ciencia #saudepublica

O Método Wolbachia já apresenta resultados positivos na redução de casos de dengue e chikungunya no mundo!

Na Austrália houve uma redução de 96% dos casos de dengue na cidade de Cairns. Lá não há surto de dengue nos últimos 5 anos.

Na Indonésia, ano passado, foram apresentados os resultados do estudo clínico randomizado controlado (sigla em inglês RCT) que mostrou uma redução de 77% na incidência de dengue em Yogyakarta, em comparação aos lugares da cidade que não receberam liberações dos Aedes aegypti com Wolbachia.

No Brasil, resultados preliminares apontam redução de até 77% nos casos de dengue e de 60% nos casos de chikungunya na cidade de Niterói (RJ). No Vietnã, a incidência de dengue em Vinh Luong diminuiu 86% em comparação com a cidade vizinha de Nha Trang.

Em Belo Horizonte (MG) está sendo realizado um estudo clínico randomizado controlado, tal como realizado na Indonésia, com o objetivo de trazer mais evidências da eficácia do Método Wolbachia. 

Em qual cidade do Brasil você quer ver o Método Wolbachia?

#australia #indonesia #vietna #rct #estudo #ciencia #biologia #entomologia #saude #pesquisa #dengue #niteroi #nikiti #yogy #dengue #wolbachia

World Mosquito Program Brasil

O Método Wolbachia já apresenta resultados positivos na redução de casos de dengue e chikungunya no mundo! Na Austrália houve uma redução de 96% dos casos de dengue na cidade de Cairns. Lá não há surto de dengue nos últimos 5 anos. Na Indonésia, ano passado, foram apresentados os resultados do estudo clínico randomizado controlado (sigla em inglês RCT) que mostrou uma redução de 77% na incidência de dengue em Yogyakarta, em comparação aos lugares da cidade que não receberam liberações dos Aedes aegypti com Wolbachia. No Brasil, resultados preliminares apontam redução de até 77% nos casos de dengue e de 60% nos casos de chikungunya na cidade de Niterói (RJ). No Vietnã, a incidência de dengue em Vinh Luong diminuiu 86% em comparação com a cidade vizinha de Nha Trang. Em Belo Horizonte (MG) está sendo realizado um estudo clínico randomizado controlado, tal como realizado na Indonésia, com o objetivo de trazer mais evidências da eficácia do Método Wolbachia. Em qual cidade do Brasil você quer ver o Método Wolbachia? #australia #indonesia #vietna #rct #estudo #ciencia #biologia #entomologia #saude #pesquisa #dengue #niteroi #nikiti #yogy #dengue #wolbachia

O resultado do estudo clínico randomizado controlado do @wmpglobal e @monash_uni em Yogyakarta, na Indonésia, foi publicado na revista científica de medicina mundialmente conhecida @thenewenglandofmedicine

Um grande passo na busca para proteger milhões de pessoas contra doenças transmitidas por mosquitos.

No nosso IGTV confira o vídeo: "Análise de impactos do WMP com os mosquitos com Wolbachia" com a Dra. Katie Anders, diretora de analise de impactos do WMP e entenda como aconteceu esse estudo!

E na nossa Bio você consegue acessar o artigo científico completo.

#wolbachia #dengue #RCT_Yogya

World Mosquito Program Brasil

O resultado do estudo clínico randomizado controlado do @wmpglobal e @monash_uni em Yogyakarta, na Indonésia, foi publicado na revista científica de medicina mundialmente conhecida @thenewenglandofmedicine Um grande passo na busca para proteger milhões de pessoas contra doenças transmitidas por mosquitos. No nosso IGTV confira o vídeo: "Análise de impactos do WMP com os mosquitos com Wolbachia" com a Dra. Katie Anders, diretora de analise de impactos do WMP e entenda como aconteceu esse estudo! E na nossa Bio você consegue acessar o artigo científico completo. #wolbachia #dengue #RCT_Yogya

Acontece um sutil aumento, mas a quantidade de mosquitos volta a se equilibrar depois que encerramos as liberações dos Wolbitos, Aedes aegypti com Wolbachia. 

A equipe do Método Wolbachia realiza estudos para que esse aumento seja pouco perceptível na região. A duração das liberações é de 16 semanas e, depois disso, ao perceber que o nível de Wolbachia está alto, interrompemos as solturas.

Como o cruzamento entre um mosquito macho com Wolbachia e uma fêmea sem a bactéria não gerar filhotes, este fator na reprodução faz com que a quantidade de mosquitos volte ao patamar anterior às liberações.

E além disso, a população local estará protegida contra a dengue, Zika e chikungunya. 

Você já ouviu falar no Método Wolbachia? Quais são suas dúvidas sobre esse método de controle das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti?

#mosquito #wolbito #aedesaegypti #wolbachia #dengue #zika #chikungunya #saude #liberacao #fiocruz #MétodoWolbachia

World Mosquito Program Brasil

Acontece um sutil aumento, mas a quantidade de mosquitos volta a se equilibrar depois que encerramos as liberações dos Wolbitos, Aedes aegypti com Wolbachia. A equipe do Método Wolbachia realiza estudos para que esse aumento seja pouco perceptível na região. A duração das liberações é de 16 semanas e, depois disso, ao perceber que o nível de Wolbachia está alto, interrompemos as solturas. Como o cruzamento entre um mosquito macho com Wolbachia e uma fêmea sem a bactéria não gerar filhotes, este fator na reprodução faz com que a quantidade de mosquitos volte ao patamar anterior às liberações. E além disso, a população local estará protegida contra a dengue, Zika e chikungunya. Você já ouviu falar no Método Wolbachia? Quais são suas dúvidas sobre esse método de controle das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti? #mosquito #wolbito #aedesaegypti #wolbachia #dengue #zika #chikungunya #saude #liberacao #fiocruz #MétodoWolbachia

Imagine uma tecnologia capaz de reduzir mais da metade dos casos de dengue de uma cidade. Isso é possível! O Método Wolbachia contribuiu para redução de até 77% dos casos de dengue nos bairros que receberam os Wolbitos, Aedes aegypti com Wolbachia, em Niterói.

Além dos até 77% menos notificações de dengue, também tivemos 60% menos casos de chikungunya na cidade.

Niterói foi uma das primeiras cidades, junto com o Rio de Janeiro, a receber os mosquitos do Método Wolbachia. Em 2014, a população do bairro de Jurujuba começou a ser protegida pelos mosquitos que ajudam no combate à dengue, Zika e chikungunya. 

Este bairro mantém números elevados de presença de Wolbachia, com valores sempre acima de 90%, mesmo não havendo, há mais de cinco anos, liberação de Aedes aegypti com Wolbachia nesse bairro.

Em qual município você gostaria de ver o Método Wolbachia?

@curtoniteroi 
#Niteroi #Nikiti #Estadodorio #Wolbachia #Fiocruz #Aedesaegypti #saude #MétodoWolbachia #Wolbito

World Mosquito Program Brasil

Imagine uma tecnologia capaz de reduzir mais da metade dos casos de dengue de uma cidade. Isso é possível! O Método Wolbachia contribuiu para redução de até 77% dos casos de dengue nos bairros que receberam os Wolbitos, Aedes aegypti com Wolbachia, em Niterói. Além dos até 77% menos notificações de dengue, também tivemos 60% menos casos de chikungunya na cidade. Niterói foi uma das primeiras cidades, junto com o Rio de Janeiro, a receber os mosquitos do Método Wolbachia. Em 2014, a população do bairro de Jurujuba começou a ser protegida pelos mosquitos que ajudam no combate à dengue, Zika e chikungunya. Este bairro mantém números elevados de presença de Wolbachia, com valores sempre acima de 90%, mesmo não havendo, há mais de cinco anos, liberação de Aedes aegypti com Wolbachia nesse bairro. Em qual município você gostaria de ver o Método Wolbachia? @curtoniteroi #Niteroi #Nikiti #Estadodorio #Wolbachia #Fiocruz #Aedesaegypti #saude #MétodoWolbachia #Wolbito

É o vírus da dengue que deixa as pessoas doentes e não o mosquito.

O Aedes aegypti e outros mosquitos da natureza precisam de sangue para o seu metabolismo durante a reprodução. É aí que a fêmea te pica. Se você estiver doente, o vírus passa para o mosquito, se replica e em alguns dias pode ser transmitido para outra pessoa. 

O vírus da dengue, que também deixa o mosquito doente, entra no corpo da pessoa e causa todos os problemas. Ao longo dos anos, esse vírus se adaptou muito bem ao organismo do mosquito para se perpetuar na natureza. 

Nós do Método Wolbachia utilizamos o próprio mosquito como aliado no combate a essa doença. Sabe como? Impedindo que o vírus da dengue se desenvolva dentro do mosquito e que não seja transmitido para outras pessoas. Assim, conseguimos reduzir os casos dessas e das outras doenças que o Aedes aegypti transmite. 

Em Yogyakarta, na Indonésia, um estudo mostrou que em lugares que liberamos Aedes aegypti com Wolbachia tivemos menos 77% de casos de dengue. E em Niterói, no Estado do Rio de Janeiro, tivemos uma redução de até 77% nos casos de dengue e 60% de chikungunya. 

Você já pegou dengue? Conte pra gente o que sentiu.

Ah, e só lembrando, o Método Wolbachia é complementar. Para combater a dengue você deve continuar eliminando os criadouros de mosquitos em casa e estabelecimentos comerciais.

#dengue #Aedesaegypti #MétodoWolbachia #Wolbachia #biogologia #entomologia #virus #ciencia #divulgacaocientifica #Fiocruz

World Mosquito Program Brasil

É o vírus da dengue que deixa as pessoas doentes e não o mosquito. O Aedes aegypti e outros mosquitos da natureza precisam de sangue para o seu metabolismo durante a reprodução. É aí que a fêmea te pica. Se você estiver doente, o vírus passa para o mosquito, se replica e em alguns dias pode ser transmitido para outra pessoa. O vírus da dengue, que também deixa o mosquito doente, entra no corpo da pessoa e causa todos os problemas. Ao longo dos anos, esse vírus se adaptou muito bem ao organismo do mosquito para se perpetuar na natureza. Nós do Método Wolbachia utilizamos o próprio mosquito como aliado no combate a essa doença. Sabe como? Impedindo que o vírus da dengue se desenvolva dentro do mosquito e que não seja transmitido para outras pessoas. Assim, conseguimos reduzir os casos dessas e das outras doenças que o Aedes aegypti transmite. Em Yogyakarta, na Indonésia, um estudo mostrou que em lugares que liberamos Aedes aegypti com Wolbachia tivemos menos 77% de casos de dengue. E em Niterói, no Estado do Rio de Janeiro, tivemos uma redução de até 77% nos casos de dengue e 60% de chikungunya. Você já pegou dengue? Conte pra gente o que sentiu. Ah, e só lembrando, o Método Wolbachia é complementar. Para combater a dengue você deve continuar eliminando os criadouros de mosquitos em casa e estabelecimentos comerciais. #dengue #Aedesaegypti #MétodoWolbachia #Wolbachia #biogologia #entomologia #virus #ciencia #divulgacaocientifica #Fiocruz

Quando você fica doente, não é importante fazer o diagnóstico para saber do que se trata? O diagnóstico vai identificar o problema, investigar as causas e buscar soluções. E no Método Wolbachia não seria diferente.

É a nossa equipe de diagnóstico que comprova que as liberações estão dando certo. O laboratório de diagnóstico recebe as amostras do monitoramento de campo para extrair o DNA dos mosquitos. A partir desse processo, são realizadas algumas análises importantes:

Análises frequentes dos nossos mosquitos para termos certeza de que só liberamos Aedes aegypti com Wolbachia.

Verificação periódica da resistência dos nossos Aedes aegypti a inseticidas. Porque tentamos manter ao máximo os nossos mosquitos semelhantes aos de campo para que tenham as mesmas chances de sobreviver, se reproduzir e se estabelecer no local de liberação. 

O famoso PCR em tempo real e o LAMP, duas técnicas de biologia molecular, indicam se os mosquitos capturados têm ou não Wolbachia e, a partir disso, sabemos se os Wolbitos estão se estabelecendo em campo.

Com essa equipe em ação, sabemos que está tudo correndo bem. Eles são o termômetro do Método Wolbachia. 

#diagnóstico #MétodoWolbachia #analise #WMPBrasil #Wolbachia #PCR #biologiamolecular #biotecnologia #Wolbito #laboratorio

World Mosquito Program Brasil

Quando você fica doente, não é importante fazer o diagnóstico para saber do que se trata? O diagnóstico vai identificar o problema, investigar as causas e buscar soluções. E no Método Wolbachia não seria diferente. É a nossa equipe de diagnóstico que comprova que as liberações estão dando certo. O laboratório de diagnóstico recebe as amostras do monitoramento de campo para extrair o DNA dos mosquitos. A partir desse processo, são realizadas algumas análises importantes: Análises frequentes dos nossos mosquitos para termos certeza de que só liberamos Aedes aegypti com Wolbachia. Verificação periódica da resistência dos nossos Aedes aegypti a inseticidas. Porque tentamos manter ao máximo os nossos mosquitos semelhantes aos de campo para que tenham as mesmas chances de sobreviver, se reproduzir e se estabelecer no local de liberação. O famoso PCR em tempo real e o LAMP, duas técnicas de biologia molecular, indicam se os mosquitos capturados têm ou não Wolbachia e, a partir disso, sabemos se os Wolbitos estão se estabelecendo em campo. Com essa equipe em ação, sabemos que está tudo correndo bem. Eles são o termômetro do Método Wolbachia. #diagnóstico #MétodoWolbachia #analise #WMPBrasil #Wolbachia #PCR #biologiamolecular #biotecnologia #Wolbito #laboratorio

Na próxima semana, novas áreas de Belo Horizonte (MG) vão começar a receber os Wolbitos! 

O Método Wolbachia da Fiocruz, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, dará início, a partir desta segunda-feira, 31, à liberação de Wolbitos, os mosquitos Aedes aegypti com Wolbachia. Essa nova rodada de solturas acontecerá em mais três regionais: Barreiro, Leste e Oeste. 

Os mosquitos são criados na biofábrica do Método Wolbachia e serão liberados semanalmente pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde e do WMP Brasil/Fiocruz. 

Este método consiste na liberação desses mosquitos para que se reproduzam com os Aedes aegypti locais e seja estabelecida uma população de insetos, todos com Wolbachia, para, assim, ajudar na redução dos casos de dengue, Zika e chikungunya na região.

Na primeira etapa do projeto, foram liberados mosquitos nas regionais Venda Nova, Norte e Noroeste. Já na segunda, foi a vez das regionais Centro Sul, Nordeste e Pampulha. Nestas áreas, o trabalho de monitoramento dos mosquitos segue sendo realizado e a tendência é o aumento gradual e natural dos mosquitos com Wolbachia.

Quem é de BH e vai receber ou já recebeu os Wolbitos que ajudam a combater a dengue, Zika e chikungunya levanta a mão ✋

@prefeiturabh @alexandrekaliloficial @saudemg @governomg 

#BeloHorizonte #BH #Minas #Mineirinho #Uai #MétodoWolbachia #Fiocruz #saude #divulgacaocientifica #Aedesaegypti #Dengue #Zika #chikungunya #saudepublica #Wolbito #Wolbachia

World Mosquito Program Brasil

Na próxima semana, novas áreas de Belo Horizonte (MG) vão começar a receber os Wolbitos! O Método Wolbachia da Fiocruz, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, dará início, a partir desta segunda-feira, 31, à liberação de Wolbitos, os mosquitos Aedes aegypti com Wolbachia. Essa nova rodada de solturas acontecerá em mais três regionais: Barreiro, Leste e Oeste. Os mosquitos são criados na biofábrica do Método Wolbachia e serão liberados semanalmente pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde e do WMP Brasil/Fiocruz. Este método consiste na liberação desses mosquitos para que se reproduzam com os Aedes aegypti locais e seja estabelecida uma população de insetos, todos com Wolbachia, para, assim, ajudar na redução dos casos de dengue, Zika e chikungunya na região. Na primeira etapa do projeto, foram liberados mosquitos nas regionais Venda Nova, Norte e Noroeste. Já na segunda, foi a vez das regionais Centro Sul, Nordeste e Pampulha. Nestas áreas, o trabalho de monitoramento dos mosquitos segue sendo realizado e a tendência é o aumento gradual e natural dos mosquitos com Wolbachia. Quem é de BH e vai receber ou já recebeu os Wolbitos que ajudam a combater a dengue, Zika e chikungunya levanta a mão ✋ @prefeiturabh @alexandrekaliloficial @saudemg @governomg #BeloHorizonte #BH #Minas #Mineirinho #Uai #MétodoWolbachia #Fiocruz #saude #divulgacaocientifica #Aedesaegypti #Dengue #Zika #chikungunya #saudepublica #Wolbito #Wolbachia

Você sabia que só as fêmeas de mosquitos picam a gente?

Isso mesmo! As fêmeas de Aedes aegypti precisam do nosso sangue para produzir seus ovos, enquanto os machos dessa espécie se alimentam somente de substâncias açucaradas de origem vegetal, como néctar de flores, nectários extraflorais e frutas. 

A fêmea também se alimenta dessas substâncias vegetais para conseguir energia, porém é através da alimentação sanguínea que ela consegue amadurecer seus ovos e depositá-los nos criadouros. 

Elas gostam de colocar seus ovos nas paredes de recipientes que acumulam água. Então, para não correr o risco de pegar dengue, Zika ou chikungunya, faça sempre a vistoria em casa e no quintal para eliminar os focos de mosquito. 

#Aedesaegypti #mosquito #10minutoscontraadengue #fêmea #Fiocruz #saude #divulgacaocientifica #entomologia #insetos #wolbito

World Mosquito Program Brasil

Você sabia que só as fêmeas de mosquitos picam a gente? Isso mesmo! As fêmeas de Aedes aegypti precisam do nosso sangue para produzir seus ovos, enquanto os machos dessa espécie se alimentam somente de substâncias açucaradas de origem vegetal, como néctar de flores, nectários extraflorais e frutas. A fêmea também se alimenta dessas substâncias vegetais para conseguir energia, porém é através da alimentação sanguínea que ela consegue amadurecer seus ovos e depositá-los nos criadouros. Elas gostam de colocar seus ovos nas paredes de recipientes que acumulam água. Então, para não correr o risco de pegar dengue, Zika ou chikungunya, faça sempre a vistoria em casa e no quintal para eliminar os focos de mosquito. #Aedesaegypti #mosquito #10minutoscontraadengue #fêmea #Fiocruz #saude #divulgacaocientifica #entomologia #insetos #wolbito

Parabéns, Fiocruz, pelos 121 anos de existência levando ciência para todo o Brasil e o mundo!

A instituição foi inaugurada em 1900 com o nome de Instituto Soroterápico Federal. Originalmente foi criada para fabricar soros e vacinas contra a peste bubônica. A história da Fiocruz  se confunde com o próprio desenvolvimento da saúde pública no país.

No comando de Oswaldo Cruz, o Instituto foi responsável pela reforma sanitária que erradicou a epidemia de peste bubônica e a febre amarela no Rio de Janeiro, capital da república à época.

Nos primeiros anos do século 21, alcançou grandes avanços científicos, com feitos como o deciframento do genoma da bactéria usada na vacina contra a tuberculose. A Fiocruz tem uma trajetória muito bem sucedida, que ganhou novos passos com a criação de escritórios em diversos estados do país.

Hoje, está no país a frente do combate a maior pandemia do século, produzindo vacinas e imunizando milhares de brasileiros contra a covid-19. 

Qual serviço que a Fiocruz oferece que você acha essencial para os brasileiros?

Foto: Leonardo Oliveira

#Fiocruz #saude #saudepublica #oswaldocruz #Rio #vacina #covid #soros #historia @oficialfiocruz

World Mosquito Program Brasil

Parabéns, Fiocruz, pelos 121 anos de existência levando ciência para todo o Brasil e o mundo! A instituição foi inaugurada em 1900 com o nome de Instituto Soroterápico Federal. Originalmente foi criada para fabricar soros e vacinas contra a peste bubônica. A história da Fiocruz se confunde com o próprio desenvolvimento da saúde pública no país. No comando de Oswaldo Cruz, o Instituto foi responsável pela reforma sanitária que erradicou a epidemia de peste bubônica e a febre amarela no Rio de Janeiro, capital da república à época. Nos primeiros anos do século 21, alcançou grandes avanços científicos, com feitos como o deciframento do genoma da bactéria usada na vacina contra a tuberculose. A Fiocruz tem uma trajetória muito bem sucedida, que ganhou novos passos com a criação de escritórios em diversos estados do país. Hoje, está no país a frente do combate a maior pandemia do século, produzindo vacinas e imunizando milhares de brasileiros contra a covid-19. Qual serviço que a Fiocruz oferece que você acha essencial para os brasileiros? Foto: Leonardo Oliveira #Fiocruz #saude #saudepublica #oswaldocruz #Rio #vacina #covid #soros #historia @oficialfiocruz

Você sabe o que é Método de Controle Biológico? É aquele que usa um organismo para combater outro. 

A introdução da bactéria Wolbachia nas células do Aedes aegypti é uma forma de controle biológico, já que utiliza esse microrganismo para impedir que a dengue, Zika e chikungunya se desenvolvam dentro do mosquito, reduzindo assim a transmissão dessas doenças.

O guarú, lebiste selvagem ou barrigudinho, também é uma arma no combate à dengue. Esse peixinho se alimenta das larvas do mosquito e interrompe o ciclo de reprodução dele.

A bactéria Bacillus thuringiensis israelensis, ou Bti, representa uma outra alternativa eficiente no controle dessas doenças. Apesar de algumas restrições, este organismo mata a larva do Aedes aegypti de diferentes maneiras. 

O Método Wolbachia é complementar a todas as formas de controle de doenças. Por isso, é necessário que órgãos públicos e população continuem realizando ações de combate a dengue, Zika e chikungunya na sua cidade. 

Qual tipo de controle você utiliza para combater a dengue, Zika e chikungunya?

#dengue #Aedesaegypti #saude #entomologia #biologia #MétodoWolbachia #controle #Zika #peixinho #Bti #mosquito #fiocruz

World Mosquito Program Brasil

Você sabe o que é Método de Controle Biológico? É aquele que usa um organismo para combater outro. A introdução da bactéria Wolbachia nas células do Aedes aegypti é uma forma de controle biológico, já que utiliza esse microrganismo para impedir que a dengue, Zika e chikungunya se desenvolvam dentro do mosquito, reduzindo assim a transmissão dessas doenças. O guarú, lebiste selvagem ou barrigudinho, também é uma arma no combate à dengue. Esse peixinho se alimenta das larvas do mosquito e interrompe o ciclo de reprodução dele. A bactéria Bacillus thuringiensis israelensis, ou Bti, representa uma outra alternativa eficiente no controle dessas doenças. Apesar de algumas restrições, este organismo mata a larva do Aedes aegypti de diferentes maneiras. O Método Wolbachia é complementar a todas as formas de controle de doenças. Por isso, é necessário que órgãos públicos e população continuem realizando ações de combate a dengue, Zika e chikungunya na sua cidade. Qual tipo de controle você utiliza para combater a dengue, Zika e chikungunya? #dengue #Aedesaegypti #saude #entomologia #biologia #MétodoWolbachia #controle #Zika #peixinho #Bti #mosquito #fiocruz

Subscribe to our notifications

Join the community of users with the latest news from all social networks!